Orgãos Sociais > Conselho Geral Independente

EM DESTAQUE:

Comunicado do Conselho Geral Independente – Indigitação para Membro do Conselho de Administração da RTP

Comunicado do Conselho Geral Independente –  Procedimento de escolha dos membros do CA da RTP para o triénio 2021-2023

Comunicado do Conselho Geral Independente – Indigitação dos Membros do Conselho de Administração da RTP

Comunicado do Conselho Geral Independente – Contratação da Boyden Portugal

COMUNICADO DO CONSELHO GERAL INDEPENDENTE – Escolha do CA da RTP

Relatório de Avaliação Intercalar do Cumprimento do Projeto Estratégico para a RTP – 1º semestre de 2020

Relatório de Avaliação do Cumprimento do Projeto Estratégico para a RTP – 2019

 

 

PRESIDENTE

José Carlos Vieira de Andrade

Licenciado em Direito pela Universidade de Coimbra (1971).
Doutor em Ciências Jurídico-Políticas pela Universidade de Coimbra (1991).
Professor Catedrático aposentado da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra na área de Ciências Jurídico-Políticas e Jurisconsulto.
Membro eleito do Conselho Geral da Universidade de Coimbra (2010 – 2016).
Regente da cadeira de Comunicação e Direitos Fundamentais no Curso de Direito da Comunicação, Instituto Jurídico da Comunicação (1991 – 2017). Coregente da cadeira de Direito da Comunicação Social da Licenciatura em Jornalismo na Faculdade de Letras de Coimbra (1996 – 2002).
Autor, entre muitas outras publicações, de uma monografia sobre Os Direitos Fundamentais na Constituição Portuguesa de 1976 (1983, 6.ª ed., 2019) e artigos científicos na área da comunicação social: Os Direitos da Pessoa e a Comunicação Social na Perspectiva Jurídica, Fundação Calouste Gulbenkian (1995); O Serviço Público de Televisão na Ordem Jurídica Portuguesa (1996), Mecanismos de regulação, O rigor da notícia, AACS (1996), “Liberdade de expressão e direitos das pessoas” (2006).

 

MEMBROS

 

Alberto Arons de Carvalho

É doutorado em Ciências da Comunicação pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa e licenciado em Direito pela Faculdade de Direito de Lisboa.
É, desde outubro de 2018, docente na Universidade Autónoma de Lisboa. Foi docente no Departamento de Ciências da Comunicação na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa entre 1981 e 1995 e entre 2002 e 2016. Exerceu os cargos de Secretário de Estado da Comunicação Social entre 1995 e 2002 nos XIII e XIV governos constitucionais e de deputado à Assembleia Constituinte e à Assembleia da República (1975 a 1983, 1987 a 1995 e 2002 a 2009).
Foi fundador do PS e da JS. Foi jornalista no República (1974/5) e em A Luta (1975/6) e membro do Conselho de Imprensa (em 1975 e entre 1985 e 1988) e dos Conselhos de Informação para a Imprensa (1977-80) e para a RDP (1980-84). Foi vice-presidente do Conselho Regulador da ERC (Entidade Reguladora para a Comunicação Social) entre 2011 e 2017. Foi vice-presidente do Conselho Geral do Instituto Politécnico de Lisboa entre 2015 e 2019.
Publicou oito livros sobre temas relativos à comunicação social.

 

Ana Margarida de Carvalho

Licenciado em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, exerceu jornalismo durante 25 anos. Foi editora de Sociedade, de Grande – Repórter, fez crítica de Cinema, Crónica Semanal, fundou e geriu o site de Cinema Final Cut. Foi, por diversas vezes, jurada de concursos do ICA. Três dos seus guiões foram financiados pelos ICA. O seu romance de estreia Que Importa a Fúria do Mar (Teorema), recebeu o elogio da crítica, foi finalista de vários prémios e conquistou, por unanimidade, o Grande Prémio de Romance e Novela APE/DGLAB2013. O segundo romance, Não Se Pode Morar nos Olhos de um Gato foi finalista do prémio Oceanos, venceu o Prémio Literário Manuel de Boaventura e, de novo, o Grande Prémio de Romance e Novela APE/DGLAB 2016, entrando assim no grupo estrito de autores portugueses duplamente distinguidos. Pequenos Delírios Domésticos (Relógio d’Água, 2017), coletânea de contos, venceu também o Prémio de Conto e Novela Camilo Castelo Branco/ APE. O Gesto que Fazemos para Proteger a Cabeça é o seu mais recente romance, shortlisted para o Prémio Oceanos. Em julho de 2021 publicou Cartografias de Lugares Mal Situados, coletânea de contos sobre guerra.

 

Maria Helena Costa de Carvalho e Sousa

Doutorada, em 1996, em Política da Comunicação (City University, Londres), é Professora Catedrática e Diretora do Doutoramento em Ciências da Comunicação da Universidade do Minho.
Presidente do Conselho Cultural da Universidade do Minho e Membro da Direção do Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade (CECS).
Especialista do Conselho da Europa para a área dos media (Committee of experts on Media Pluralism and Transparency of Media Ownership, MSI-MED).
Editora do European Journal of Communication.
Membro eleito do International Council da International Association for Media and Communication Research (IAMCR), após coordenação (Vice-Chair e Chair), entre 2004 e 2014 da Secção de Economia Política desta organização.
Full Member do Euromedia Research Group.

 

Maria Leonor Beleza

É licenciada em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa. Foi funcionária pública e foi advogada.  Foi membro da Comissão de Revisão do Código Civil (1976-1977).
Exerceu diversos cargos, designadamente Secretária de Estado da Presidência do Conselho de Ministros (1982-83), Secretária de Estado da Segurança Social (1983-85), Ministra da Saúde (1985-90), Deputada à Assembleia da República, Vice-Presidente da Assembleia da República (1991-94 e 2002-2005).
É membro do Conselho de Estado, Presidente do Conselho Geral da Universidade de Lisboa e Presidente da Associação EPIS – Empresários pela Inclusão Social.
É Presidente da Fundação Champalimaud por designação testamentária do seu Fundador, António Champalimaud.

 

 

Manuela Melo

Licenciada em Biologia. Jornalista da RTP desde 1973. Cofundadora da Escola Superior de Jornalismo do Porto. De 1990 a 2002, vereadora da Cultura e Turismo da Câmara Municipal do Porto.  Membro do Conselho de Administração da PORTO2001, S. A., responsável pela programação cultural da Capital Europeia da Cultura.
Deputada à Assembleia da República e membro da delegação da AR à Assembleia Parlamentar do Conselho da Europa até 2010.