A RTP1 e a RTP2 são os únicos canais em sinal aberto (FTA) a crescer em horário nobre.

· No ano dos grandes eventos desportivos, a RTP1 e a RTP2 são os únicos canais, em sinal aberto, a crescer no período de maior consumo de televisão.
Em Prime Time, a RTP1 cresce 4%, passando dos 13,6%sh para os 14,2%sh. A RTP2 conquista 1,6%sh em Prime Time e apresenta um aumento de competitividade de 7% face a 2015 (1,5%sh). Em comparação com os meses homólogos de 2015, a prestação do Prime Time da RTP1 cresce em 7 dos 12 meses. Já a RTP2, apresenta resultados superiores ao ano anterior em 6 meses.
Os canais públicos reforçam a sua competitividade, não apenas durante a cobertura de eventos como o Euro 2016 e os Jogos Olímpicos, mas também com a oferta de grandes formatos de entretenimento e ficção ao longo do ano. The Voice Portugal, Got Talent Portugal, O Príncipe e A Aldeia Francesa são exemplos das propostas de sucesso do operador público.

· No total dia, a RTP1 regista em 2016 uma quota de mercado de 13,7%sh, quando no ano anterior deteve 14,8%sh. A RTP2 é o único canal em sinal aberto que não perde quota de mercado, mantendo-se nos 2%sh.