Rebobinar Depois de Ver

O Tubarão

O medo inspirado por seres de dimensões colossais ou de acabar transformado em repasto para grandes predadores marinhos foi descoberto bem cedo pelo cinema. As várias adaptações ao grande ecrã do romance Moby Dick, O Monstro da Lagoa Negra e a adaptação de Vinte Mil Léguas Submarinas produzida pela Disney são disso exemplos.

O horror de um perigo vindo do mar conheceu, ainda assim, um outro patamar quando, em 1975, chegou aos ecrãs uma adaptação de um best-seller recente que tinha como trama central a ameaça de um grande tubarão junto de uma zona de veraneio.

Ninguém imaginava que podia estar ali um verdadeiro fenómeno. O facto de ser assinado por um realizador quase em início de carreira e o relato de vários problemas de produção não pareciam ser trunfos na manga. Mas a verdade é que o sucesso de O Tubarão mudou não só o estatuto de Steven Spielberg como o próprio cinema, inscrevendo na história o primeiro grande blockbuster de verão.