Destaques

O regresso do Conjunto Corona

@Renato Cruz Santos

Os Corona — ou Conjunto Corona— têm disco novo. É o quinto trabalho da dupla Logos e dB (David Bruno), chama-se G de Gandim e é o sucessor de Santa Rita Lifestyle.

Os concertos de apresentação contam com o apoio da Antena 3 e acontecem já em dezembro. Em Lisboa, sobem ao palco do Musicbox a 3 e 4 de dezembro e, em casa, no Porto, atuam no Pérola Negra, dias 10 e 11 do mesmo mês.

Este novo trabalho esteve em destaque, e em pré-escuta, durante toda a semana no Disconexo. Recupera aqui todas as edições.

Após os dois anos de meditação nos arredores do Porto com os maiores senseis do tunning, Corona segue viagem. Com uma mão no bolso outra no volante, saca peões em direção ao mar de perfumes da bershka e camisas sacoor: a “naite” portuense. O primeiro resultado dessa epopeia é “Sempre a Riffar”, o primeiro single do novo disco G de Gandim.

Este novo trabalho é uma ode à vida noturna da zona industrial portuense. O “Sempre a Riffar” foi feito com inspiração numa das discotecas dessa zona que, para além de muita música africana e muitos “Gandins”, tinha nas suas pistas, músicas dos maiores nomes do reggaeton mundial, como Daddy Yankee, Nicky Jam, Tego Calderón, que serviram de inspiração para este primeiro tema.

A letra fala sobre a mística verdinha que, na verdade, tem uma camada superior que retrata a circulação de pessoas, costumes, sempre o com sentido do capital financeiro e do consumo e nunca para proveito próprio.