Agenda

ZigurFest 2021

Dez anos de um fim de semana que entretanto são quatro dias, dez anos de quilómetros nas pernas, dez anos de lágrimas no canto do olho por recebermos os nossos heróis… Enfim, dez anos de histórias e de uma loucura que às vezes até parece mentira.

Não podemos esconder que esta é uma edição (ainda) longe dos moldes ideais. Mas também não conseguimos esconder que agora que se vê uma luz ao fundo do túnel, é altura de abraçar uma nova fase: do festival, da cidade, do nosso quotidiano comum e da comunidade artística que há 10 anos nos traz uma e outra vez a Lamego.

Esta é uma edição feita com o coração e doses valentes de celebração. De vocês que nos acompanham rua acima e rua abaixo há uma década, dos artistas de todo o país e da cidade resiliente que continua a saber dar-nos ânimo suficiente para estes quatro dias únicos.

Portanto, esta é para vocês: de 25 a 28 de agosto, o ZigurFest regressa a Lamego, com o apoio da Antena 3! Do Teatro Ribeiro Conceição ao Castelo, do Museu à Alameda, queremos dar palco a uma série de concertos, exposições, performances e encontros inéditos. Como por exemplo o cruzamento entre bateria e dança de João Valinho e Marta Viana, as artes plásticas dos artistas da ZONA Luís Plácido e Mariana Simão, as explorações audiovisuais de Boris Chimp 504 e Folclore Impressionista (que estiveram durante uma semana na cidade a trabalhar num filme-concerto encomendado pelo festival) ou a música expansiva das Lantana ou da Medusa Unit (que também vai estar em residência em Lamego).

Mas há mais, tanto mais. O Som do Espaço regressa revitalizado e com uma app interativa que nos leva a descobrir a cidade, os seus recantos e os seus sons numa série de peças imersivas e criadas propositadamente para o festival. Recebemos ainda SCOLARI, coletivo vandalismo e Fashion Eternal, que chegam com a promessa de um assalto aos sentidos para ser amaciado pela música aveludada de Luís Pestana. Já Marcelo dos Reis e Braima Galissá, dois mestres das cordas, prometem diferentes bálsamos para todas as maleitas — sempre com a certeza de haver uma cura.

E porque o verão se faz de calor, convocámos uma série de músicos admiráveis para fazer a temperatura subir estrategicamente: os ninjas lisboetas Yakuza, os escultores sonoros Luís Vicente Trio, as muitas percussões de Serpente, a alegria fusionista dos Don Pie Pie e o encontro entre Afta 3000, Wugori e Lyfe, reunidos pela primeira vez para uma encomenda do ZigurFest.

É também hoje que abrimos as open-calls para a JANELA, um novo segmento do festival dedicado à vídeo-arte com curadoria de Nuno Veiga, e para mais uma vaga na ZONA, desta feita centrada nas artes performativas. Mostrem-nos no que têm andado a trabalhar, Lamego é o vosso palco!

Tudo isto é grátis, tudo isto é seguro, tudo isto é ZigurFest, e acima de tudo isto é para vocês. A entrada para os concertos é, como sempre, gratuita. Os bilhetes estarão disponíveis nos locais dos concertos, apenas durante os dias do festival. A lotação será limitada e de acordo com as regras em vigor.

O ZigurFest é um festival com o apoio da Câmara Municipal de Lamego e da DGArtes e segue todas as regras e orientações da DGS.