Agenda

Womex

Portugal irá acolher a Womex, um dos maiores eventos internacionais de “músicas do mundo”, durante dois anos consecutivos. Em 2021, a feira acontecerá de 27 a 31 de outubro, no Porto e, em 2022, terá lugar em Lisboa, de 19 a 23 de outubro.

A feira internacional “é uma plataforma de divulgação, é um grande festival, é uma feira, um ciclo de conferências e mobiliza um conjunto enorme de agentes culturais do setor musical de todo o mundo”.

A edição 2021, no Porto, já tem programa para o Lusofónica Stage. O palco terá 9 artistas portugueses, dos Palops, Brasil e Galiza.

Dando continuidade à tradição anual de apresentação e apoio aos talentos do país anfitrião e das suas ligações, a edição deste ano do programa WOMEX contará mais uma vez com um palco regional: ‘Lusofónica Stage’. Nove artistas irão atuar ao vivo em representação de oito países, incluindo Portugal, oriundos da comunidade de nações lusófonas (Brasil, Angola, Moçambique, Guiné-Bissau, Timor-Leste, Macau, Cabo Verde, São Tomé e Príncipe), bem como da Galiza e da Diáspora lusófona.

A lusofonia é o ângulo singular que tem para oferecer ao mundo a cultura musical que resulta de uma língua partilhada entre Portugal, Brasil, Angola, Moçambique, Cabo Verde, Guiné e São Tomé e Príncipe. Na sua primeira edição em Portugal, o Womex 21 vai consagrar essa ideia de um palco próprio onde se reunirão talentos variados, numa amostra plural e inclusiva a que a Sociedade Portuguesa de Autores também se associa. Os showcases terão lugar no icónico Teatro Nacional São João e terão apresentações divididas por três dias.

Reunindo talento do Brasil, Itália, Espanha e Portugal, chegará o projeto Ayom, que propõem uma visão musical singular que une o Brasil a Cabo Verde e Angola, no que os próprios descrevem como “Black Atlantic Music”; Bandé-Gamboa, uma banda criada para celebrar o crioulo que une Cabo-Verde e a Guiné com músicos de topo de ambos os países e também de Portugal; e, finalmente, Miroca Paris, um dos modernos expoentes da música de Cabo Verde, multi-instrumentista de larga experiência que já se cruzou com os mais relevantes nomes da música do seu país.

O programa do Lusofónica Stage contempla concertos de Lina_Raul Refree, o aclamado projeto de reinvenção do fado que conquistou palcos e prémios internacionais desde que lançou o seu álbum de estreia, uma original homenagem ao espírito de Amália; Lucas Santtana é outra das grandes referências da moderna canção brasileira, dono de uma sólida discografia que se espraia por duas décadas e companheiro de palco e estrada da elite musical do Brasil; o dia terminará com Vitorino, veterano português que dispensa apresentações, dono de uma extensa carreira e com uma voz ligada a algumas das maiores pérolas do cancioneiro popular português.

Ainda pelo Lusofónica Stage passarão O Gajo, uma das mais originais propostas da música popular portuguesa surgida nos últimos anos, projecto de João Morais que reclamou a viola campaniça para o acompanhar em canções que soam a fado ou a música tradicional, mas soam, sobretudo, diferentes; de Espanha virão os Tanxugueiras, grupo de três fortes mulheres galegas que se acompanham de pandeiretas numa energética e contagiante revisão da cultura popular; e, finalmente, a encerrar este palco, Lucia de Carvalho, artista angolana baseada em França, apaixonada pela música do Brasil, que tem uma visão musical de inclusiva mestiçagem e uma explosiva presença de palco.

Esta é a lusofonia que o mundo vai aplaudir na 27.ª edição geral da Womex.

 

A Piranha Arts, produtora do WOMEX, em conjunto com a AMG Music, parceira local do WOMEX 2021 no Porto, anunciam mais artistas para o programa de Showcases selecionados pelo Júri para a edição deste ano. Até à data, a próxima 27ª edição do WOMEX no Porto conta com 50 artistas em representação de 40 países, sem incluir o line-up offWOMEX e os destinatários do Prémio WOMEX que serão anunciados nas próximas semanas.

  • Antonio Castrignanó & Taranta Sounds (Itália)
  • Bokanté (Guadalupe/USA/Canada)
  • Cimafunk (Cuba)
  • Kobo Town (Trinidad e Tobago / Guiana / Canadá)
  • Lova Lova (DR Congo/França)
  • Scúru Fitchádu (Cabo Verde/Portugal)

Club Summit

  • Apichat Pakwan (Tailândia / Holanda)
  • Asna (Costa do Marfim / Senegal / França)
  • Chocolate Remix (Argentina)
  • Rastronaut (Portugal)
  • Rincon Sapiençia (Brasil)

A maior feira internacional dedicada à indústria musical estreia-se em Portugal em 2021, depois de passar por locais como Copenhaga, Bruxelas, Estocolmo, Sevilha ou Berlim.