Agenda

Festival Mental 2020

O Festival Mental regressa a Lisboa para a sua quarta edição já nesta quarta-feira, dia 30 de setembro, prolongando-se até ao dia 9 de outubro, com o apoio da Antena 3.

O Mental é um festival português de cinema e informação que visa trazer para a discussão pública — e diminuir o estigma em seu redor — um tema cada vez mais premente: a saúde mental.

A programação de 2020 inclui uma série de eventos integrados de várias áreas culturais e sociais, como cinema, música, dança, teatro, literatura, debate e conversas temáticas. A par desta programação, acontece o Mental Júnior, com sessões de cinema temáticas, porque falar da saúde mental é também para os mais pequenos.

O festival tem já um largo historial de várias edições em que o principal objetivo sempre foi o de promover a visibilidade da saúde mental junto do público em geral. Em 2020, esta necessidade torna-se ainda mais urgente de garantir, tal como a acessibilidade à cultura. Sobre isto, Ana Pinto Coelho, organizadora do Mental, diz que “a quarta edição é também a nossa estreia no Cinema São Jorge. Sala emblemática dos festivais de cinema, deixa-nos no culminar de um caminho que já vinha do ano passado na procura de chegar ao público em geral com o nosso M-Cinema, M-Talks e filme temático em sala de cinema”.

O Festival Mental 2020 arranca com um dos temas mais marcantes deste ano, com o debate “Pandemia: do real ao digital”. Este debate acontece no dia 30 de setembro, conta com um painel de convidados impactantes na área da comunicação e jornalismo e é um evento de sala aberta e que convida às questões do público presente.

As M-Talks — painéis temáticos sobre um assunto relacionado com a saúde mental e que são sempre acompanhados com a projeção de uma longa-metragem — voltam a ser das ações com maior destaque na programação. Em 2020, os temas são a Ansiedade (e ecoansiedade), a Toxicodependência e o Stress Pós-Traumático (uma infeliz urgência num ano de pandemia e totalmente atípico). De resto, as M-Talks foram também uma resposta do Festival Mental logo em março, com o projeto digital autónomo M-Talks 4 All, com conversas diárias sobre saúde mental durante os períodos de confinamento e desconfinamento.

Volta também o M-Cinema – Mostra Internacional de Curtas Metragens, um conjunto de 19 filmes selecionados através da Open Call 2020 e que, mesmo originários dos quatros cantos do mundo (EUA, Portugal, Argélia, Japão, Austrália), comungam entre si por abordarem uma temática sempre relacionada com a saúde mental.

Outras artes e iniciativas presentes nesta edição incluem a literatura (lançamento do livro Cartas do Confinamento de 23 de Março a 1 de Maio, de Tiago Salazar e Frederico Duarte Carvalho, numa co-edição do Festival Mental e da Editora Âncora); a dança (espetáculo Dança Movimento Terapia e Doença/Saúde Mental Acontece, com direção de cena por Liliane Viegas e interpretado por Liliane Viegas, Sofia Cabrita e Carla Lopes); ou o teatro (peça de teatro Baile de Máscaras, pelo Grupo de Teatro da Unidade W+, da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa).

Por fim, a programação musical — My Story My Song — retorna para a sua segunda edição, na Fábrica Braço de Prata, com atuações e histórias de Surma e Katia Guerreiro.

Programação completa e mais informações no site oficial: www.mental.pt