Agenda

Vodafone Paredes de Coura

A música regressa à Praia Fluvial do Taboão entre os dias 16 e 19 de agosto nos 30 anos do Vodafone Paredes de Coura. Na Antena 3, celebramos o ano redondo do festival minhoto com dois podcasts: o 3 por 30 – 30 anos de Concertos no Couraíso , onde a Marta Rocha reúne uma série de pessoas, de músicos a jornalistas, que recordaram e falaram sobre os três melhores concertos em 29 edições de festival e Paredes de Coura: 30 anos de História (s)  onde Inês Henriques nos leva pela maravilhosa viagem de um festival que se tornou uma referência essencial no circuito festivaleiro de música alternativa, seguindo depoimentos e contando-nos todas as aventuras (e foram muitas…) de Coura.

No primeiro dia do cartaz, destacamos o concerto de Jessie Ware, a cantora e compositora londrina que se fez notar em 2020, com o lançamento do hipnotizante What’s Your Pleasure?, reiventando-se na sua música, sob uma ótica de disco vibrante,  sensual e energeticamente orquestrada. Jessie Ware está de regresso a Portugal, depois de ter tocado o ano passado no MEO Kalorama. Agora apresenta That Feels Good!, lançado – num concerto em que a própria nos prometeu muita dança e diversão, em conversa com o Tiago Ribeiro:

O segundo dia é recheado: há concerto de Fever Ray, Sudan Archives, Loyle Carner, o regresso de The Walkmen – a última vez que a banda de indie rock cá esteve foi em 2012 – e de The Brian Jonestown Massacre, que esteve no Reverence Valada em 2016.

No terceiro e penúltimo dia, recebemos de braços abertos a rapper britânica Little Simz, alter-ego de “Simbi”, que apresenta o seu quinto álbum de estúdio No Thank You, lançado no fim de 2022, depois de ter marcado presença na edição de 2022 do Primavera Sound e outros nomes mais voltados para o rap ou hip-hop alternativo como o sueco Yung Lean – conhecido pelo seu vídeo viral  da “Ginseng Strip 2002” – ou para o hip-hop com o produtor Kenny Beats e saludamos uma vez mais os ingleses black midi.

Já no último dia, destacamos o regresso da banda de rock alternativo de Chicago a Portugal: os Wilco. Depois de terem editado Cruel Country o ano passado e depois de um cobiçado regresso, os Wilco estão de volta com música nova e data marcada para Cousin, o novo disco da banda, do qual a faixa “Evicted”, lançada dia 1 de agosto, faz parte. Para celebrar o regresso de uma banda com mais de 30 anos e para contar a sua história, a Catarina Fernandes e o Luís Oliveira prepararam o especial Como Escrever Muitas Canções, onde fazem a revisão da discografia e da história da banda e de um dos maiores compositores do nosso tempo – Jeff Tweedy – que pode ser ouvido na segunda-feira, dia 14, a partir das 20h.

Outro nome que vai para a história (teremos luz verde?) – desta vez da pop – é Lorde, que toca também no último dia do festival e traz consigo todo o seu Solar Power.

No panorama nacional, a 30.º edição do Paredes de Coura traz Chinaskee, Expresso Transatlântico, indignu e A Garota Não, que toca no festival o 2 de abril, considerado o melhor álbum nacional de 2022 pela equipa da Antena 3.

Tudo pronto para o Couraíso? Tudo. Mais informações e horários disponíveis em https://www.vodafoneparedesdecoura.com/.