Agenda

20 000 Espécies de Abelhas

20 000 Espécies de Abelhas (título internacional: 20,000 Species of Bees) estreia-se nas salas de cinema portuguesas no dia 20 de julho, com o apoio da Antena 3.

Uma criança de oito anos sofre porque as pessoas a abordam sistematicamente de formas que lhe causam desconforto. Insistem em chamar-lhe Aitor, o seu nome oficial. A alcunha, Cacau, ainda que obviamente menos errada, também não lhe cai bem. Durante um verão no País Basco, a criança partilha o seu mal-estar com parentes e amigos. Mas como é que uma mãe lida com a busca de identidade de um filho quando ela própria ainda não aceitou o seu ambivalente legado parental?

A primeira longa-metragem da realizadora basca Estibaliz Urresola Solaguren é um drama radioso. A sua obra maravilhosamente sensível é sustentada pelas performances comoventes da jovem atriz Sofía Otero, que personifica uma criança em busca de um nome, e de Patricia López Arnaiz, que faz de uma mãe atormentada que não deixa de ser terna. Mas, tal como um enxame de abelhas garante a diversidade da natureza, os papéis secundários não são menos essenciais para a heroína do filme, e um ambiente maioritariamente feminino mostra-lhe as diversas formas como é possível ser-se mulher. Ao adotar mais do que um ponto de vista, Solaguren respeita a incrível complexidade que compõe a identidade de género, tocando num aspecto talvez menos óbvio da transição: a mentalidade.

Apresentado mundialmente na última edição do Festival de Berlim (onde a jovem Sofía Otero recebeu o Urso de Prata para melhor interpretação), 20 000 Espécies de Abelhas teve recentemente honras de abertura do festival Curtas Vila do Conde.