Destaques

KINO: vê-se em Lisboa, ouve-se aqui

Até ao final de janeiro, a 16.ª Mostra de Cinema de Expressão Alemã regressa ao Cinema São Jorge e ao Goethe-Institut, em Lisboa.

Um filme de Emily Atef estreado na Berlinale, uma secção de “filmes-diário” — quase numa homenagem não premeditada a Jonas Mekas —, um realizador português residente em Berlim em destaque, uma mostra para as escolas ou ainda uma homenagem ao realizador alemão Wolf-Eckart Buhler são algumas das linhas de orientação da programação da KINO, que volta a apostar nas mais marcantes longas-metragens feitas nos países de expressão alemã (Alemanha, Suíça, Áustria e Luxemburgo).

A Vanessa Augusto falou com Corinna Lawrenz e Carlos Nogueira, da programação, e ainda com Dídio Pestana, o realizador português que, pela primeira vez, apresenta um filme na Mostra de Cinema de Expressão Alemã. A KINO acontece até 30 de janeiro com o apoio da 3. Em fevereiro, segue para Coimbra (nos dias 2, 26 e 27).