Quando chega a Vidago Palace, Carlota fica a saber que Pedro, filho do rececionista do hotel, abandonou Portugal e se encontra a lutar na Guerra Civil de Espanha ao lado da Frente Popular.

Triste e amargurada, Carlota vê-se forçada a casar com um homem que não ama e mal conhece. As diferenças familiares e os momentos em que estão a sós parecem não ajudar em nada a amenizar a sua angústia. O casamento está marcado para o dia 15 de agosto…