Se pensarmos bem, seria pior se o hábito fosse o de comer pernas de frango ou sardinhas no pão dentro das salas de cinema.

Há que reconhecer que as doces pipocas são um mal menor. Nós portugueses aderimos com alegria à moda importada dos “states” de mastigar pop corn no cinema, seja durante a exibição de filmes da Disney ou de películas de culto do cinema francês. Acontece que esse é um grande pesadelo para quem gosta de cinema à moda antiga. Não está em causa a inocência do milho frito, que é bastante bom, mas sim o som dos maxilares a triturarem o estaladiço cereal.

E com os baldes de pipocas a serem cada vez maiores, qualquer dia o único género cinematográfico possível de ver serão os filmes de terror.