O conhecido passeio dos tristes é uma verdadeira alegria nacional.

É o domingo de família em que se tira o pó ao carro; é o timing certo para o pai vestir a capa de condutor domingueiro e rumar ao “empanturranço” num qualquer restaurante à beira mar.

Não há português que não tenha realizado, nem que seja por uma só vez, este prodigioso exercício social. O cozido à portuguesa, o bacalhau ou as sardinhas assadas estão entre os alvos preferidos numa ementa mais alargada. Este passeio é um exercício de fazer inveja a quem desperdiça os domingos a visitar museus, a ir ao cinema ou a fazer um piquenique num qualquer jardim.

Isso é para os tristes!