É difícil fazer vida social em Portugal sem que seja regada com álcool.

A expressão “beber um copo” é mesmo das expressões mais erradas que utilizamos. A forma acertada deveria ser: “Vamos beber umas litradas”. E qualquer bebida serve: vinho, cerveja e, já agora, gin… a última modernidade. Cada português consome em média 13 litros de álcool por ano. Apesar de existir muita gente que não bebe, felizmente não falta quem, patrioticamente, consuma em grande escalada para podermos manter a média em bom nível.

O prazer dos portugueses pelos copos é tão grande que até se inventou o termo copofonia, uma espécie de sinfonia de copos que rapidamente tende a transformar-se em afonia cerebral.

E poucos resistem à célebre frase: “Vá lá, só mais um para a viagem!”