A Inquisição portuguesa foi instaurada em 1536 e perdurou oficialmente até 1821.

Este poderoso, obsessivo e enigmático tribunal religioso prendeu, torturou e condenou à morte milhares de pessoas pela sua crença religiosa, moral ou costumes. A forma como a Inquisição condenava os acusados ficará para sempre como uma das maiores bizarrias da nossa história. Foram 285 anos de autoridade terrível do tribunal do Santo Ofício, apoiado pela coroa, ou seja, pelo poder político.

Uma tortura que foi longe demais.