José Avillez, Hugo Nascimento e Filipa Gomes são os três jurados que vão acompanhar as Famílias Frente a Frente, o novo programa de domingo à noite da RTP1.

Se temos três chefs com esta categoria, só podíamos estar a falar de um programa de culinária.

Filipa Gomes é uma mulher entre homens, mas leva vantagem por na verdade já ser um dois em um: na barriga há um bebé que nasce em breve.

Não sou chef, não tenho formação académica. Na verdade sou uma cozinheira, uma apresentadora, uma entertainer, uma criativa. Chef não…

A experiência causa-lhe alguma ansiedade porque quer mais ajudar do que avaliar os pratos das famílias. O papel desta vez é, porém, criticar, embora não queira ferir susceptibilidades.

Nós estamos a mostrar um Portugal que muitas vezes não se mostra. As nossas raízes são uma misturada de muitas coisas e temos muito isso nas famílias que temos a competir.

Todas as famílias são portuguesas e as provas variadas. Aqui a intenção não será descobrir grandes chefs, mas antes criar receitas e desafios com os quais o público em casa se consiga identificar.

Na família de Filipa Gomes o momento da refeição é um ponto de união entre todos. O sabor da sua infância é pão com manteiga.

Sempre fui muito feliz a comer. E tenho um grande respeito e um grande amor pelos ingredientes e pelos sabores (…) No entanto só comecei a cozinhar aos 24 anos.

Filipa nasceu na região saloia, mas também é muito urbana. A vontade que tem pela cidade vem precisamente de ter nascido e crescido no campo. Largou a vida do campo quando veio estudar para a António Arroio em Lisboa, para ser designer de moda.

Acabou a trabalhar em Publicidade, como copywriter.