Emitido

2020/10/17

Episódio nº 148

 

Convidados

António José Teixeira;

Florbela Godinho;

José Adelino Faria .

Queixas: 0

 

Texto do Provedor:

De facto, não é todos os dias que recebo críticas relativas ao Telejornal. Mas elas são, apesar de tudo, bastante frequentes. Algumas transmitem exasperação pelo facto de acontecimentos que os telespetadores reputam de importantes não terem merecido qualquer referência no principal jornal da RTP. Mas com maior frequência o desagrado expresso tem a ver com o alinhamento, ou com o tempo gasto com alguns assuntos em detrimento de outros.

Nos últimos meses as queixas visam em especial as notícias sobre a pandemia. Os telespetadores manifestam-se contra a sistemática abertura do Telejornal com a COVID-19. E também não gostam nem da exagerada extensão conferida todos os dias ao tema, nem da repetição compulsiva de imagens de doentes ventilados ou de unidades de cuidados intensivos.

Por outro lado, recebo também mensagens criticando o facto de no Telejornal se dar enfâse à repetição dos números divulgados ao princípio da tarde pela Direção-Geral da Saúde. Tal prática revela, segundo os críticos, fraca qualidade de análise e não permite perceber com acuidade como está a progredir a pandemia.

De maior utilidade seria apresentar a evolução da média móvel de infetados e vítimas nos últimos 7 ou 14 dias, divulgar o índice de positividade – percentagem de infetados por cada mil testes realizados – e o índice de mortalidade – percentagem de vítimas mortais por milhão de habitantes.

Neste Voz do Cidadão procurámos sobretudo dar-lhe uma ideia de como se prepara um Telejornal e de quem são os principais intervenientes nas escolhas das notícias, mais do que debater os critérios que presidem a tais escolhas. Como terá reparado, neste programa utilizámos algumas imagens captadas antes da COVID-19, quando a redação não estava obrigada às atuais regras sanitárias.

Eu sou o seu provedor. Não se esqueça, pode contar comigo.

Veja o programa completo aqui