Emitido

2020/11/07

Episódio nº 151

 

Convidados

Sandra Duarte Cardoso (Professora Universitária e Consultora Linguística)

Queixas: 7

 

Texto do Provedor:

Pergunta um dos telespetadores já exasperado com a quantidade de erros que ouve e lê na sua RTP: “Não se pode obrigar quem assim maltrata a nossa língua a fazer um curso de português?” Poder, pode. É só preciso que quem manda nesta casa assuma de vez as suas responsabilidades no que diz respeito à defesa da língua portuguesa. Mas isto parece simples, mas está longe de acontecer!

Não tenho qualquer dúvida de que a frequência, obrigatória para os que mais erram, de um qualquer curso básico de língua portuguesa contribuiria para reduzir fortemente o número diário de calinadas que nos são servidas pelo serviço público de televisão.

Ninguém contesta a enorme influência da RTP no bom ou mau uso que os portugueses fazem da língua de Camões. Ver nos ecrãs uma palavra mal grafada introduz uma memória visual errada que tende a reproduzir-se. Ouvir uma construção de frase desacertada conduz à repetição desse desacerto. Enfim: o impacte dos erros de linguagem divulgados pela televisão é devastador.

Neste quadro não se entende a placidez, a bonomia tranquila e o descuido com que nos últimos anos este tema foi, ou melhor, não foi tratado.

Chamadas de atenção, sugestões simples e recomendações de fácil concretização continuam a ser ignoradas. Não há dúvidas: a inércia das direções é, neste campo, absolutamente exasperante.

Eu sou o seu Provedor. Não se esqueça, pode contar comigo!

Veja o programa completo aqui