É como que uma projeção de Emília, também muito ciumenta, com muito sentimento de posse pelos que considera seus. É vaidosa e mostra-se arrogante, algo que, no fundo, serve para disfarçar a sua insegurança. Teresa é a filha mimada de Sara e Francisco.

Durante a infância, Teresa teve de dividir Sara com as crianças do lar do qual a mãe é diretora. Essa foi sempre uma mágoa que cresceu com Teresa, pois sentia-se preterida pela mãe em relação às outras crianças, nomeadamente Alice, que tinha uma relação muito especial com Sara enquanto vivia no lar.

Teresa namora com Guilherme, filho de Álvaro e Emília e herdeiro do negócio de família que Emília gere. Teresa ama Guilherme e adora o estatuto que ele lhe confere. O maior problema nesta relação para Teresa é o facto de a futura sogra não simpatizar consigo.

Teresa é inteligente, trabalhadora, egoísta, calculista, possessiva, ambiciosa, arrogante, vaidosa, fria, cínica, ciumenta, na verdade tudo uma cobertura para a insegurança que marca a sua personalidade. Por amar tanto Guilherme e saber que ele tem um bom coração, Teresa não consegue partilhar a sua verdadeira natureza com ele e tenta ser sempre a namorada e mulher perfeita.

É com Sofia, sua amiga desde a faculdade, que a rapariga fala abertamente sobre os seus sentimentos e planos.