Filho de famílias ricas e criado na opulência, Guilherme não deixa de ser simpático, modesto e afável. Marcado pelo pai “ausente” e a mãe dominadora, Guilherme sente-se destinado a casar-se com Teresa e levar uma vida pacata a gerir as joalharias da família. Tem uma adoração e admiração pela mãe e o oposto pelo pai, ressentindo-se muito do comportamento errático deste e de nunca ter tido a sua atenção enquanto cresceu.

O seu enamoramento por Teresa poderá explicar-se pelo facto de esta ter um feitio parecido com a sua mãe. É metódico, rigoroso, sensato, muito racional, mas este lado mais visível de Guilherme esconde um outro, mais apaixonado e impulsivo, mais sensível e romântico, que está reprimido. Esta impulsividade terá um preço, pois Guilherme vai conhecer o lado mais possessivo e negro de Teresa.

Ao conhecer Alice, Guilherme vai quere levar este romance até às últimas consequências, libertando-se da alçada da mãe para encontrar o seu destino por si próprio e lutar pelo que realmente quer. No entanto, ao fazê-lo, Guilherme irá descobrir todas as verdades escondidas sobre o passado dos seus pais.