Marlene Vieira tem 41 anos e nasceu na Maia. Define-se como “uma mulher do norte”, confiante, afirmativa e combativa. Cresceu na zona do Porto, mas com raízes espalhadas pelo Minho, numa família apaixonada pelos grandes sabores da região.

Tinha 12 anos quando iniciou o seu percurso na cozinha. Pediu aos pais que a deixassem trabalhar durante as férias de Verão, num restaurante de uma jovem cozinheira, onde o pai entregava carne. Aos 16 anos inscreveu-se na Escola de Hotelaria de Santa Maria da Feira e foi a melhor aluna do seu ano. Foi-lhe atribuída uma bolsa de estudo para estagiar numa escola do Porto, que lhe abriu as portas para o mundo da pastelaria.

O seu percurso profissional iniciou-se num hotel de charme em Vila do Conde. Depois de um ano e meio, decidiu fazer a mochila e viajar até Nova Iorque onde, durante dois anos, trabalhou no Alfama, um pequeno restaurante português em Manhattan.

Já de regresso a Portugal, trabalhou no restaurante Degusto com o Chef Vítor Claro.
Entre 2007 e 2010 foi a responsável de cozinha do Hotel Westin Campo Real. Mais tarde, foi Chef residente do restaurante Manifesto, ao lado do chef Luis Baena e em 2009 participou, pela primeira vez, no concurso Chefe Cozinheiro do Ano. Aos 31 anos, decidiu seguir o seu percurso a solo e surge o Avenue.

Com o Chef Henrique Sá Pessoa, o Chef Kiko Martins, o Chef Cordeiro e o Chef António Alexandre fez parte do grupo de professores jurados do programa Chefs’ Academy.

Atualmente tem dois restaurantes, o Food Corner no Time Out Market do Mercado da Ribeira e o Zunzum Gastrobar, junto ao terminal de Santa Apolónia. É ainda sócia do marido e pai da sua filha Isabel, o Chef João Sá, do restaurante SÁLA e prepara-se para a abrir o seu terceiro restaurante.

No MasterChef Portugal pede aos aspirantes o mesmo que aplica no seu dia-a-dia de cozinheira: ambição e dedicação à profissão!