O Paulo Vaz, aka Robinho, foi o verdadeiro artista! Perante um problema técnico, nunca desarmou e continuou o seu número, com uma pequena intervenção do nosso Marco Horácio. No final, recebeu comentários muito positivos dos jurados, que o admiraram pela coragem e pelo talento em palco.