Miguel começou a ser animador de festas aos 10 anos. Um dia tocou numa e correu tão bem que começou a ser convidado para tocar em várias festas.

Define-se como músico animador. Faz de tudo um pouco, porque tem jeito para tudo: casamentos, bailes, arraiais, queimas das fitas de norte a sul e o Trio Eléctrico Show Móvel.

Toca com Sérgio Rossi, Rosinha, Saul. Vai conhecendo estes artistas nas festas onde atua e depois acaba por ser convidado para tocar com eles.

Considera-se um entertainer popular. Tem o sonho de ser como o Tony Carreira, pôr bilhetes à venda e passado um dia estar esgotado.

Já cantou para 30 mil pessoas. Compõe músicas populares, com trocadilhos.

O Quim Barreiros é a sua inspiração, tem o sonho de o conhecer.

Acha que esta participação vai abrir ainda mais as portas.