Manuel Carrapatoso, 23 anos, Porto.

Jovem mágico, formado em economia, que quer conciliar as finanças com a magia… apesar de ser mais fácil fazer desaparecer o dinheiro do que o contrário!
Manuel Carrapatoso tem 23 anos, vive no Porto mas está a estudar em Lisboa, a tirar o mestrado em Finanças. Formado em Economia, é na magia que encontrou a sua segunda vocação.
Tudo começou quando a namorada acabou com ele e ele percebeu que tinha o poder de fazer desaparecer as pessoas! Manuel graceja, assumindo que a afirmação faz parte do número que costuma apresentar nos seus espetáculos, mas revela que por acaso coincidiu ser nessa altura que se lançou na magia.

Sempre teve curiosidade pela arte da magia. Confessa que com 14, 15 anos, via os vídeos dos mágicos no Got Talent vezes sem conta. Aos 16 anos decidiu experimentar a arte e começou de forma autodidata a ver vídeos no Youtube, mas achou os truques fracos e queria algo mais. Começou a pesquisar sites de magia, tentou praticar alguns truques, mostrou a amigos e família e toda a gente gostou. Na escola começou também a ser conhecido como o mágico. Entretanto, um revés na sua vida fez com que o hobbie ganhasse ainda mais espaço. Praticou hóquei em patins dos 4 aos 17 anos, mas uma lesão na bacia forçou-o a abandonar o desporto. Ficou impedido de voltar a jogar. Nessa altura, a magia veio colmatar a falta que o hóquei lhe fazia. Investiu no estudo, encomendando truques pela net e comprou dvds de magia, para praticar.

Já em 2019, com 21 anos, estava no último ano da licenciatura em economia, mas queria desanuviar a cabeça dos estudos e, juntamente com o melhor amigo, surgiu a ideia de fazer um levantamento de todos os truques que sabia fazer e começaram a pesquisar e a criar uma lista de todos os restaurantes da zona norte e que seriam interessantes para ele poder começar a apresentar os seus números. Ligaram para todos esses sítios a oferecer os seus serviços e foi assim que Manuel se lançou no show bizz. Fez um vídeo promocional nas ruas do Porto e aparentemente cruzou-se com as pessoas certas, porque um dos transeuntes a quem fez um truque convidou-o para atuar no Casino de Espinho! E assim teve o seu primeiro espetáculo de grande dimensão, dado que já fazia festas privadas. Surgiram depois trabalhos em restaurantes e eventos (tais como casamentos, batizados, festas de aniversário). Ainda esse ano decidiu profissionalizar-se e tirou um curso na escola de magia no Porto.

Quando acabou a licenciatura, em setembro de 2019, decidiu interromper os estudos e focar-se na magia e numa start-up de prognósticos desportivos que tinha desenvolvido. Tudo corria bem. Tinha vários espetáculos… até março de 2020, altura em que se instalou a pandemia. Foram meses muitos difíceis. Nestes últimos dois anos, teve apenas 3 ou 4 espetáculos. Entretanto, retomou os estudos em 2020, tirou uma pós-graduação e está agora a tirar mestrado em finanças. Mas o que quer mesmo é ser um economista mágico! Apesar de ser mais fácil fazer desaparecer o dinheiro do que o inverso, acredita que consegue ter as duas vertentes na vida!

Manuel encara agora esta participação no Got Talent Portugal como um acelerar de um processo, de uma carreira que foi suspensa pela pandemia. Quando se lançou na magia, em 2019, o futuro
augurava-se auspicioso, tinha muitos espetáculos, mas o malfadado vírus veio estagnar a evolução que se adivinhava. O Got Talent representa assim uma experiência e aventura únicas e uma forma de dar um novo impulso à sua carreira. O seu grande objetivo é viajar pelo mundo a atuar, ter o seu espetáculo próprio e fazer uma tour.