Liliana é amante da tradição e dos cantares ao desafio. Iniciou-se na música popular portuguesa em 2014, num projeto familiar onde se apaixonou pelas tradições e raízes minhotas. Decide ter aulas de canto e de concertina e começa também a estudar e a aprimorar o seu conhecimento neste registo. Dois anos depois, torna-se mentora desse mesmo projeto e começa a criar temas originais, inspirando-se em tudo o que acontece no seu dia a dia e nos termos ‘do povo’, para que o público
se identificasse com eles.
Inicia-se nos cantares ao desafio em junho de 2017, depois de perceber ter queda para desgarrar quando os amigos e colegas faziam quadras soltas e ela lhes respondia, improvisando, com o seu modo brejeiro e safado.
E assim foi o seu percurso, cada vez mais requisitada pelos colegas da arte para arraiais e romarias, em Portugal e no estrangeiro.
Ao Got Talent Portugal vem acompanhada pelo seu irmão João que toca concertina, e um por um outro cantador, o David.
João toca concertina desde os 8 anos, de uma forma mais amadora, por incentivo da família. Hoje, acompanha a Liliana para onde ela vai. Mais do que irmãos, são os melhores amigos e quase que o oxigénio um do outro. Não vivem sem a opinião um do outro e são companheiros de vida, quer na música, quer a nível pessoal. Estão sempre às turras mas não se dão um sem o outro.
Juntos, querem provar que os cantares ao desafio são um talento e que a desgarrada tem lugar no Got Talent Portugal.
Veio ao GTP enaltecer a cultura popular, provar que cantar de improviso é um dom e que as desgarradas podem abranger todo o tipo de pessoas (tendo em atenção o tema que se aborda perante o público para quem se vai cantar). Espera incentivar os luso-descendentes mais jovens espalhados pelas comunidades portuguesas em todo o mundo a valorizar a língua portuguesa, aprendendo e executando a mesma, pois só assim os nossos costumes e tradições serão perpetuados.