Já foram atuar como convidados a vários programas. O nome da banda surgiu porque o Bruno desde novo começou a trabalhar cedo para conseguir estudar e ajudar em casa. Começou a cozinhar por necessidade, mais tarde foi estudar para Coimbra, como vivia sozinho montou um restaurante dentro de casa para ter dinheiro. Foi aí que começaram a chamá-lo Chef Duro.

Em 2017, refez um espaço em casa dos pais ao qual deu o nome de Tasca Inça. A Tasca Inça continua a ser na casa dos pais e é onde se juntam e ensaiam.

O género de música que tocam é um género onde usam trocadilhos de palavras com segundas intenções. Inspiram-se no Quim Barreiros.
Têm uma foto com o Quim Barreiros na Tasca Inça, de quando este foi almoçar a Tasca.

São todos músicos da banda filarmónica, dois são maestros. Distinguem-se das restantes bandas populares pois cantam música popular a 4 vozes. Apreciam muito música clássica.

Atuam em Arraiais, festas populares, eventos privados, casamentos, batizados. Já atuaram na Suíça e na Alemanha.

Juntam-se ao fim de semana, fazem reuniões extraordinárias juntos de um bom presunto!! Apreciadores de arte agro-gastro-vinículo-poético-musicais.

A roupa que usam nas atuações retrata bem o que é a tasca.