Natural de Viseu, Rodrigo Gonçalves começou o seu percurso no mundo da música, logo no primeiro ano de escola. Primeiro com a flauta e mais tarde com o acordeão. Através das festas populares da aldeia, ganhou o gosto pelo instrumento. A mãe acredita que o gosto veio do avô, que tocava para a família quando o Rodrigo tinha apenas dois anos. Adora música e toca por gosto. Ele quer trazer uma versão menos pimba ao acordeão, mostrar que serve para muitas ocasiões.