Natural de Belo Horizonte, Lucas tem 29 anos e veio para Lisboa porque se recusa a viver num país governado por Bolsonaro. O talento de Lucas é a dança, mas atua com o nome artístico Babaya. Diz que é metade Lucas e metade Babaya, mas já pensou ser só Babaya, porque já não é uma questão de perucas e de maquilhagem, mas uma forma de estar na vida. Quanto à dança, já aprendeu ballet, dança contemporânea, jazz e vogue. Aos 26 anos, começou a fazer psicanálise e foi aí que nasceu a Babaya. Vê a sua participação como uma oportunidade de alcançar muitas famílias com a mensagem de igualdade e amor, independente do género.