Breno Silva adotou como nome artístico “B Ghost”. É brasileiro, do Rio de Janeiro, e está a residir no Porto há pouco mais de um ano e meio. Tem 26 anos e veio para Portugal para trabalhar como músico, algo que já fazia há 5 anos no Brasil.

Veio de uma cidade do interior do estado do Rio com meio milhão de habitantes. Foi um amigo que lhe ofereceu a viagem para Portugal e casa durante 4 meses. Veio com 200 euros no bolso e quando chegou comprou a guitarra e ficou só com 100 euros.

A família sempre esteve envolvida na música: a mãe toca guitarra, o pai canta, o irmão toca bateria e a irmã é a única que não desenvolveu o gosto por esta arte.

O gosto pela música começou desde criança. Aos 9 anos teve a sua primeira guitarra e como cresceu num ambiente religioso, começou a tocar em igrejas. Aos 10 anos começou a ter aulas de guitarra e escreveu a primeira música aos 13. Aos 21 anos começou a gravar e foi nessa altura que teve 2 meses de aulas de canto.

Chegou ao Porto em setembro de 2019 e diz que não foi fácil estar longe da família e dos amigos, mas focou-se em escrever coisas novas. Já trabalhou cá em tudo, desde limpezas de carros, lojas e neste momento trabalha numa marca de roupa em atendimento de loja. Mas sempre que chega a casa produz, todos os dias.

Quando chegou a Portugal começou a tocar na rua e nunca o tinha feito. Ainda não conseguiu dar um concerto, apenas num bar em que fazem poesia e faz concertos online.

O facto de saber que várias pessoas online já o ouviram e gostam da música dele é o que lhe dá motivação para continuar. Estar no Got Talent Portugal é uma grande oportunidade para poder mostrar aquilo que mais ama fazer: cantar.