Ainara tem o pai português e família pelo Porto, Lisboa e Leiria. O pai Hugo, veio em trabalho a Espanha (é pintor) e quando conheceu a mãe Esmeralda, já não voltou para Portugal. Vinda de uma família de artistas, Ainara diz que sempre viveu a arte de muito perto, mas a dança sempre a apaixonou. Com 9 anos foi pela primeira vez a um campeonato mundial de dança e isso foi um momento que a marcou, sentiu muito orgulho por ter conseguido.
A mãe, Esmeralda, tem 45 anos e dança desde os 2. Os avós maternos de Ainara eram artistas: a avó bailarina e o avô cantor de flamenco. Esmeralda começou a dançar em público onde os pais também atuavam, numa companhia de teatro e com 13 anos já ajudava a mãe, também professora de dança, a fazer coreografias. Hoje a avó de Ainara, com 77 anos, é muito ativa e ajuda nas aulas de dança de Esmeralda.
Daniel viu uma vez a professora Esmeralda a dançar numa demonstração e gostou imenso. Foi aí
que se quis inscrever na sua escola e conheceu a Ainara. Conhecem-se e há 6 anos e dançam juntos
há 4. Daniel sente que cresceu muito desde que dança com Ainara, tem muita sorte em tê-la conhecido, diz que ela sim é uma estrela, dançar com ela fê-lo ser melhor e adora.
Dançar é a sua maior paixão. Os pais são um grande apoio, também têm as suas inseguranças, mas
é normal. Ninguém na família tem ligação ao mundo artístico e gostam muito que ele tenha este sonho.
Ainara e Daniel gostavam muito de mostrar as danças espanholas a Portugal, se bem que eles fazem
um pouco de todos os estilos: clássico, contemporâneo, moderno…