O treinador do grupo é o Alfredo, do duo Mariana e Alfredo, dupla de forças combinadas que concorreu ao GTP em 2016.

Há 4 anos, Alfredo mudou se para Guimarães para ser treinador de um clube novo e trabalhar com crianças que não tinham qualquer background de ginástica.

Até então, na cidade berço de Portugal, não existia nada com ginástica e Alfredo atesta que desde que criou este clube tem corrido tudo muito bem.

São tudo miúdos que querem muito, têm muita vontade e que por isso se esforçam e empenham ao máximo, o que torna tudo muito fácil para o Alfredo.

Todos treinam de 2.ª feira a sábado, no mínimo 3 horas. Participam em muitas competições nacionais e há, entre eles, alguns campeões e vice campeões nacionais.

Em tão pouco tempo, apenas 4 anos, foi fácil chegarem onde chegaram e conquistar os títulos que têm.

Os elementos deste grupo já trabalham em trios e pares, mas para a participação no Got Talent vão juntar-se todos pela primeira vez e são assim 20 elementos.

A ginasta mais velha tem 28 anos e depois os restantes elementos têm no máximo 19 anos e o mais novo tem 9.

O Alfredo acredita que este é um grupo cheio de fogo, poder e garra e é essa a mensagem que quer trazer ao GTP.

Querem dar mais visibilidade à ginástica e nestes tempos difíceis a participação no Got Talent é uma excelente oportunidade de contactar com o público.

O treinador manifesta contentamento por estar de volta: “dá uma sensação de crescimento e de concretizar objetivos”.

Agora vem de forma diferente, está do outro lado, mas assim tem a oportunidade de passar o seu conhecimento aos alunos.