A transformação foi a mais surpreendente de sempre: teve como ponto de partida um roupão de seda chinês, mas este escondia uma grande surpresa que deixou todos à beira de um ataque de nervos. A meio da prova, os costureiros tiveram de deixar a peça que estava a transformar para começar a trabalhar a partir da peça de um colega. O stress sobiu no atelier e só alguns conseguiram cumprir a missão de forma eficaz.