Entrevistas

Berlinale: Susana Nobre

A cobertura da Berlinale deste ano segue a linha do novo formato do festival: uma edição híbrida, adaptada aos tempos pandémicos, dividida entre uma parte online e dedicada à indústria, de 1 a 5 de Março, e outra em formato físico, durante o verão. A Antena 3 entra em cena já nesta primeira parte, trazendo todos os dias um vislumbre sobre as produções nacionais presentes em Berlim.

De Alhambra a Nova Iorque, seguimos os passos de Joaquim Alçada no novo filme de Susana Nobre, No Táxi do Jack. Num jogo de temporalidades e de geografias, conhecemos esta personagem — de carácter icónico — nos caminhos traçados pela sua (incansável) vontade de superação e de evolução pessoal e profissional. Um retrato íntimo ficcional que nos mostra o poder da resiliência, mesmo perante as dificuldades inerentes às crises económicas e (das burocracias) sistémicas.

Conversa da Teresa Vieira com Susana Nobre, ao som de algumas das melodias que ecoam No Táxi do Jack.