Destaques

Cais à Noite: música eletrónica em Ílhavo

O ciclo Cais à Noite está de volta a Ílhavo com a reabertura das salas do 23 Milhas. A programação decorre até ao final de julho e tem confirmados grandes nomes da música eletrónica. Concertos com o apoio da antena 3.

Mariana Oliveira conversa com Luís Ferreira, o diretor artístico do 23 Milhas, sobre este e outros regressos às salas de espetáculo.

Throes + The Shine (26 de junho), Branko (3 julho), Fred e JUPITER (17 julho) e Stereossauro com DJ Ride (31 de julho), são os nomes da edição deste ano do Cais à Noite, ciclo de música eletrónica que acontece anualmente, no verão, no Cais Criativo da Costa Nova, mas que este ano, tendo em conta o atual contexto de pandemia, acontece na Casa da Cultura de Ílhavo e na Fábrica das Ideias da Gafanha Nazaré, por serem espaços que possibilitam o cumprimento das novas regras de segurança.

O ciclo arranca no dia 26 de junho, em Ílhavo, com os Throes + The Shine e a sua música que é um híbrido de kuduro (a música de dança explosiva oriunda de Angola), algumas texturas eletrónicas e a fúria do rock. Na semana seguinte, na Fábrica das Ideias da Gafanha da Nazaré, Branko apresenta o seu último disco “Nosso”, que conta com a colaboração de Dino de Santiago, Mallu Magalhães, entre outros. No dia 17 julho, o regresso à Casa da Cultura de Ílhavo para ver FRED, que toca o seu primeiro trabalho a solo, e ainda o concerto de abertura dos aveirenses JUPITER, que apresentam EVA XIV. No último concerto desta edição do Cais à Noite, Stereossauro e DJ Ride apresentam o disco do primeiro, Bairro da Ponte, na Fábrica das Ideias da Gafanha da Nazaré. Uma combinação de música popular portuguesa, fado, hip hop e música eletrónica.