Ágata e The Black Mamba. Um dueto improvável, mas surpreendentemente bom.