Filho de António e Rosário. É uma espécie de Huckleberry Finn e quando não ajuda os pais no bar ou na lota, anda livremente pela praia e arredores. É independente e aventureiro, mas, embora goste do sítio onde vive, por vezes sente-se um pouco isolado. Cresceu em Moledo e está habituado a ver os veraneantes chegar e partir. Assim, apesar de ver a praia como uma zona mais sua do que dos “turistas”, é com facilidade que Tristão se irá “enturmar” no grupo de miúdos.

De certa forma, Tristão vai servir como uma espécie de cicerone do grupo.