O Presidente da República já disse que duvida que as palavras tenham sido exactamente essas e que acredita que se trata de um engano, o que não deixa de ser irónico em alguém que disse, precisamente, ‘Eu nunca me engano e raramente tenho dúvidas’.

Será que se enganou quando disse que nunca se enganava ou enganou-se quando disse que a frase foi um engano? Seja como for, a frase colou-se-lhe à pele como símbolo do seu carácter sisudo e obstinado, tão adorado por uns e vilipendiado por outros. No entanto, a dúvida subsiste: Cavaco Silva nunca se engana porque acerta em tudo o que faz ou porque quem nada faz nunca se pode enganar…?