As jóias que Jacinto preparou para a sua exposição tinham sido roubadas da sua própria casa.
Por quem? Por Edgar que, mal pôde, as passou a Amadeu. Por sua vez, ele passou-as a Emília Castilho.

Emília, que sempre foi uma fã do trabalho de Jacinto, reconheceu-as logo.