Foi o final que Emília escolheu. Na prisão, a cumprir os anos de pena por todos os crimes que cometeu, ela preferiu morrer.

É o último final de Emília Castilho.