Madalena vai a casa de André com um capanga e aponta-lhe uma arma.

Manda-o embora de Montemor e garante que o mata se ele lhe voltar a fazer frente. André sente-se derrotado e chora de raiva.