Sinopses

Episódios anteriores

Episódio 104

  • Emitido em 2017-05-26
  • na RTP1
Júlia está na farmácia a comentar o regresso de Mónica a Montemor. A dada altura chega Raúl que vem ter com Júlia dizendo que precisa de falar com a mãe. Manuela vai visitar Pedro, diz-lhe que o nascimento do neto devia servir para passarem a ter uma relação cordial e convida-o para ir jantar a sua casa no dia seguinte com Sofia e Ricardo. Pedro recusa o convite dizendo que não fazer sentido haver guerra entre eles, mas deixa claro que não tem a intenção de ser seu amigo. Raúl mostra a caixa de bruxedos e pede uma explicação à mãe. Júlia diz-lhe que é apenas para afastar más energias e Alzira vai chamar Adelaide, a quem mostra a caixa. Adelaide comenta que a sua mãe fazia feitiços destes para estragar casamentos. Raúl e Alzira ficam em choque, Júlia confessa que o fez e que nunca gostou de Alzira. Raúl fica muito preocupado. Ricardo pressiona Sofia para começarem a pensar em nomes para o bebé. Sofia prefere esperar mais um tempo. Ricardo diz-lhe os nomes de que gosta, mas Sofia não está de acordo. Ricardo continua a conversar com Sofia num tom muito meloso e Sofia muda de assunto, dizendo estar preocupada com a sua irmã, porque a acha estranhamente calma. Rita e Gabriel estão a terminar um trabalho da escola. Rita está no computador de Gabriel e abre a pasta das imagens, de imediato reconhece uma delas, que Gustavo lhe tinha enviado pelo chat. Rita pede explicações a Gabriel e ele reconhece que se fez passar por Gustavo porque não tinha coragem de a abordar e dizer o que sentia por ela. Rita fica furiosa e corre com Gabriel para fora do seu quarto. Raúl comenta com a mulher que deixou de fazer sentido a sua mãe morar com eles e não quer o seu dinheiro. Alzira alerta-o que está a ser demasiado drástico, mas Raúl mostra-se magoado pela mãe estar a torcer pelo final do casamento deles. Surge Gabriel, está muito triste, mas diz aos pais que não quer falar no assunto. Rita conta a Sofia a sua desilusão com Gabriel. Sofia aconselha a irmã a falar com ele melhor. Carmen apresenta Mónica a Pedro. A amiga mostra-se satisfeita por finalmente conhecer Pedro e ele comenta que infelizmente já deve ter sabido que no passado ele magoou muito Carmen. Esta desvaloriza dizendo que foi no passado. Mónica comenta com Pedro que ele também deve ter ouvido coisas menos boas acerca dela, por via do seu amigo Jorge. Pedro diz-lhe que sente que ela procura uma espécie de perdão e para isso deverá falar com o Jorge. Mónica fica muito impressionada com o que Pedro lhe diz. Luís recebe uma chamada do seu advogado que lhe diz que as escutas não foram aceites como prova, por isso o caso continuará arquivado. Luís fica frustrado, mas Rogério lembra-o de que todas as pessoas que interessam sabem da sua inocência. Graça conta a Telmo que foi jantar com Romão e ele fez-se a ela, mas cortou logo ali com o assunto. Telmo aconselha-a a não desistir de trabalhar com ele, acredita que ela o consegue por no lugar. Graça dá a entender que não pensa desistir. Romão diz a Gil que apesar de terem interditado os trabalhos na mina, deu ordem para retomarem. Alerta-o para o caso de alguém aparecer, dizerem que estão a penas a limpar os terrenos. Gil mostra-se apreensivo pela decisão do patrão e Romão relembra-o que tem de obedecer, não tem de concordar com as suas ordens. Domingos comenta com Valentim que dúvida que a Jornalista venha a fazer um bom trabalho, porque não quis ouvir a sua história que o levou a ser o Bombeiro do ano 2005. Valentim desdramatiza. Domingos também comenta com Arnaldo, mas ele goza com ele, dizendo que foram as crianças que o salvaram a ele. Evelina desabafa com Sandra. Mostra-se receosa de que Mónica tenha voltado para reconquistar Jorge. Sandra diz-lhe que se ele voltar para ela, é parvo e que não vale a pena ela humilhar-se por ele. Gabriel continua triste e os pais olham-no com preocupação. Entra Júlia e Raúl vai ter com ela, diz-lhe que é impossível continuarem a viver todos juntos. Júlia mostra-se feliz ...
Ler mais >

Episódio 103

  • Emitido em 2017-05-25
  • na RTP1
Mónica conta a Jorge que está a preparar uma reportagem sobre Corporações de Bombeiros. Jorge confessa-se muito surpreendido pela sua escolha ter recaído naquele quartel e recorda-lhe que recebeu os papeis do divórcio pelo correio. Mónica diz-lhe que também vai visitar Carmen e fica surpreendida por ela estar novamente com Pedro Homem. Manuela pergunta à mãe como é poderia acelerar a cumprir a visão sobre a morte de Carmen. Cândida diz-lhe que tal como na história da Branca de Neve, ela pode ser envenenada. Manuela pergunta à mãe se ela seria capaz, Cândida diz-lhe que pelas suas filhas faz tudo. Evelina conta a Arnaldo e Domingos que a mulher de Jorge o visitou. Conta-lhes que ela é jornalista e queria falar com o comandante. Valentim e Mónica entram e o comandante explica a Evelina, Arnaldo e Domingos que ela irá fazer uma reportagem sobre o trabalho nos Bombeiros. Jorge visita Pedro e conta-lhe da visita de Mónica. Pedro fica surpreendido pelo impacto que ainda lhe causou depois de tantos anos. Pedro põe a possibilidade de poderem voltar a estar juntos. Jorge nega qualquer possibilidade. Mónica e Carmen reencontram-se e mostram-se muito felizes por estarem juntas. Carmen convida-a a ficar lá hospedada até terminar o trabalho, Mónica aceita. Júlia pergunta a Raúl se já tratou do problema com as finanças. Raúl comenta que irá no dia seguinte e que nessa altura irá buscar o dinheiro e fará o pagamento. Ricardo prepara-se para jantar com o pai, mas ao aperceber-se que o pai continua a gastar o dinheiro de Romão, Ricardo irrita-se e avisa o pai que depois não conte com ele. Afonso relembra o filho que ainda vai conseguir mais dinheiro de Romão. Luís conta à mãe que falou com o advogado e ainda não há uma resposta definitiva acerca da escuta. Felícia mostra-se feliz por rever Mónica e pergunta-lhe se ela já esteve com Jorge. Carmen repreende Felícia, mas Mónica responde que já se encontrou com ele. Felícia comenta que gostava de os ver juntos, Mónica explica-lhe que a vida que os dois levavam em Lisboa, não era perfeita. Rita vê um post de Gustavo com uma imagem linda de um céu estrelado, sente-se tentada a responder-lhe e a convida-lo a ir a Montemor, mas arrepende-se e apaga sem fazer o envio. Romão janta com Graça, ela diz-lhe que teve apenas algumas ideias e que não justificava jantarem juntos. Romão desfaz-se em gentilezas com Graça e chega a convida-a a irem beber um copo no bar do seu hotel. Graça rejeita o convite dizendo que tem de acordar cedo para a gravação do programa de Manuela e deixa Romão desiludido. Carmen conversa com Mónica acerca de Jorge. A amiga queixa-se da falta de tempo a dois durante o casamento. Considera que podia ter sido diferente, mas mostra-se resignada. Cândida surpreende Rita e Gabriel abraçados e corre com os dois para fora do quarto. Gabriel diz a Cândida que gosta muita da Rita e que nunca a irá prejudicar. Raúl comenta com Alzira que vai sair para tratar de pagar a dívida às finanças. Alzira diz-lhe que faz tenção de pagar tudo a Júlia. Raúl mostra-se contente por Gabriel namorar com Rita, filha de Romão e considera que pode tirar vantagem disso. Alzira fica incomodada com o comentário. Valentim pede a Evelina que preste alguns esclarecimentos a Mónica, mas ela não se mostra disponível e Domingos agarra a oportunidade. Domingos é interrompido por Mónica, que lhe pede para lhe explicar o funcionamento do quartel e evitar histórias pessoais. Arnaldo apercebe-se dos ciúmes de Evelina por Mónica. Evelina encontra Jorge na sala de convívio e pergunta-lhe diretamente como é que ele se está a sentir com a visita de mónica. Jorge diz-lhe que não existe nada entre eles, mas que não quer falar sobre o assunto. Raúl comenta com Alzira que encontrou uma caixa de bruxarias na mesa- de-cabeceira da mãe. Mostra-se muito indignado e surpreso, enquanto que Alzira lhe diz que devem ser coisas que ela arranja na Cândida. Raúl começa a procurar no restaurante e depara-se com uma série de coisas de bruxedos ...
Ler mais >

Episódio 102

  • Emitido em 2017-05-24
  • na RTP1
Dulce pergunta a Ricardo se está envolvido na morte da herdade. Ele finge-se ofendido e jura pela saúde da sua mãe que não teve qualquer envolvimento, nem de Ricardo e Romão. Dulce apesar de ficar angustiada e de não saber em que acreditar, diz a Gil que não vão terminar o namoro por causa disso. Sofia vai ter com Pedro à oficina. Confessa-se arrependida de não ter acreditado em Luís e mostra-se resignada por formar família com Ricardo. Pedro lembra-a que ter um filho de Ricardo não a pode impedir de ser feliz. Sofia muda de conversa. Romão encontra-se com Sandra no quartel dos Bombeiros. Sandra provoca Romão e consegue que ele a aborde, chega a dizer que tem saudades dela. Sandra mostra que sabe que Manuela o pôs fora de casa e relembra-o que ele fez a escolha dele e sai vitoriosa. Romão quer saber o estado das contas dos bombeiros, mas recebe uma chamada de Manuela que o aconselha a ignorar a interdição dos trabalhos da mina, por ser mais vantajoso pagar a contraordenação. Luís, Rogério e Valentim reparam que Carmen está muito animada. Consideram que ela ter conseguido interditar os trabalhos na mina foi uma vitória pessoal. Carmen relembra-os que Romão tem muito poder e a situação não é definitiva. Felícia aparece e conta-lhes que Romão e Manuela se separaram. Gil encontra-se com Manuela no seu consultório. Provocadora a Vidente diz-lhe que teve saudades dele e os dois envolvem-se fisicamente. Júlia faz conversa na farmácia acerca da separação de Manuela e Romão. Ricardo vai dando conversa, enquanto que Sofia acaba com a conversa e convida Júlia a sair da farmácia. Ricardo emenda a atitude de Sofia e acompanha Júlia à porta delicadamente. Sofia mostra-se furiosa, enquanto Ricardo lhe pede para não se enervar para não fazer mal ao bebé. Raúl conta a Alzira que conseguiu que a mãe lhe emprestasse dinheiro. Conta-lhe que a mãe tem o dinheiro em casa, na sua mesa de cabeceira e Alzira alerta-o que até é perigoso andar com tanto dinheiro. Adelaide assiste a Alzira e Raúl fazerem as pazes. Raúl diz a Adelaide que gostou muito da sua sobremesa e deixa claro que pode continuar a experimentar, que ele será o provador. Adelaide fica encantada a olhar para Raúl. Gabriel e Rita estão a fazer um trabalho. Rita mostra-se desconcentrada e confessa a Gabriel que ele é o melhor namorado que ela já teve. Apaixonados, beijam-se e Rita fecha a porta. Jorge convida Cremilde a sair do consultório, de forma a poder fazer a consulta a João. Jorge aconselha-o a ter mais cuidado. João culpa o facto de ter sido expulso de casa para estar naquele estado. Jorge defende os seus pais, considera que devem ter tido motivo para isso. Cremilde conversa com Evelina até que João sai da consulta. A sirene dos Bombeiros começa a tocar e João mostra-se muito entusiasmado com todo o alvoroço no quartel. Comenta com a mãe que deve ser giro ser Bombeiro. Cremilde diz-lhe que não tem coração para ser mãe de Bombeiro. Dulce aborda Luís no Clube de pesca. Pede-lhe desculpa por não ter acreditado na sua inocência e por ter encorajado Sofia a não confiar nele. Luís lamenta, mas considera que Sofia pensa pela sua cabeça e acreditou no que quis acreditar. Enquanto Rita, se confessa apaixonada por Gabriel, apercebe-se que Sofia não está entusiasmada por ir viver com Ricardo. Até evita falar no assunto. Sofia conta a Rita que cortou relações com Romão. Rita apercebe-se que ela já não o trata por pai e pede para ela lhe contar o que aconteceu. João conta ao pai toda a emoção que viveu nos bombeiros quando a sirene tocou. António e Cremilde gabam a coragem dos bombeiros e João pede aos pais para o deixarem inscrever-se. Apesar de alguma hesitação, João consegue a aprovação dos pais. Pedro e Carmen lamentam que Jorge nunca mais tenha namorado depois de se ter separado de Mónica. Jorge está a conversar com Evelina no quartel e é surpreendido pela entrada de Mónica, sua ex-mulher. Apresenta Mónica a Evelina, que fica muito nervosa. Mónica diz-lhe que vai falar com o comandante...
Ler mais >

Episódio 101

  • Emitido em 2017-05-23
  • na RTP1
Luís lamenta que a mãe já tenha saído para Lisboa, pergunta a Felícia se o Pedro foi com ela. Valentim e Felícia mostram-se incrédulos por Luís ter feito uma escuta a Romão. Valentim fica indignado por Luís se mostrar agradado por Pedro e Carmen estarem juntos. Felícia diz-lhe que está com ciúmes e ele disfarça.
Jorge aconselha Pedro a trabalhar a um ritmo mais calmo. Pedro mostra-se feliz por estar com Carmen e pergunta a Jorge porque está sozinho. Ele confessa que se acomodou, que está bem assim. Pedro aconselha-o a aproveitar bem a vida, enquanto pode.
Evelina conta a Sandra que está a estudar para ser médica para poder salvar vidas e fazer a diferença. Sandra confessa que a interpretou mal, julgava que era apenas um truque para conquistar Jorge. Evelina pergunta a Sandra se já tem alguém, ela diz-lhe que ainda está de luto.
Gil conta a Ricardo que Luís o agrediu no clube. Ricardo comenta que Manuela se safou novamente e a ideia foi dela. Gil comenta que ela é louca e Romão nem faz ideia disso. Gil aconselha Ricardo a casar com Sofia rapidamente, agora que Luís comprovou a sua inocência.
Sofia avisa a Dulce que Gil esteve envolvido no crime do cadáver da herdade. Dulce fica em choque e coloca a possibilidade de Ricardo também estar envolvido, foi o único que lucrou por Luís ter sido incriminado. Sofia nem quer acreditar e comenta com a amiga que sentiu que a devia alertar para o carácter de Gil.
Carmen conta a Luís a conversa com os responsáveis pela secretaria de estado do ambiente e prometeram tomar medidas. Luís fica animado, enquanto que Valentim fica cético.
Manuela comenta com Graça que Romão é capaz de grandes atrocidades, a assistente fica apreensiva. Manuela envia uma mensagem a Gil, sugerindo um novo encontro a dois.
Dulce comenta com Sandra que está triste com Gil. Não lhe conta o motivo, mas a amiga aconselha-a a ligar-lhe e esclarecer assunto. Dulce comenta que já tentou, porém sem sucesso.
Evelina e Arnaldo censuram Domingos por estar a abusar da boa vontade de Telmo. A conversa volta a recair sobre as suas conquistas amorosas. Evelina comenta que mais rapidamente ela está envolvida com Jorge, do que Domingos e Arnaldo conseguem uma mulher que os ature.
Raúl pede à mãe que lhe empreste dinheiro para pagar o imposto em falta. Adelaide admira Raúl em silêncio, Alzira não se apercebe, mas corre com Adelaide para a cozinha. Júlia explica ao filho onde tem o dinheiro guardado e diz-lhe que poderá levar a quantia que necessita.
Sofia não consegue falar com Romão e deixa-lhe uma mensagem no gravador. Ricardo diz-lhe que falou com Gil e que ele negou estar associado ao crime. Sofia questiona Ricardo se Gil não lhe estaria a fazer um favor. Ricardo finge ficar ofendido e Sofia pede-lhe desculpa.
Romão é surpreendido por Gil que o informa que estão a interditar os trabalhos na mina.
Carmen conta a Pedro e Luís que a sua audiência foi bem-sucedida. Mandaram parar a obra e Romão vai ter de apresentar um novo estudo de impacto ambiental. Carmen fará a apresentação do seu estudo. Luís comenta que Sofia vai olhar para Romão com outros olhos.
Pedro e Jorge festejam as obras na mina terem sido paradas. António também está satisfeito, enquanto que Cremilde comenta que Manuela está com azar. Alguma coisa Romão lhe terá feito para ela o pôr fora de casa. Pedro e Jorge não se mostram muito impressionados.
Romão está furioso por terem parado as suas obras, ameaça que não vai ser um papel que o vai travar.
Romão vai ter com Sofia, muito dura ela diz-lhe que não quer que o filho cresça com o exemplo dele por perto. Não lhe perdoa ter sido injusta com uma pessoa inocente, por culpa dele. Diz-lhe que perdeu todo o respeito que tinha por ele. Romão avança que não vai desistir dela.
Ler mais >

Episódio 100

  • Emitido em 2017-05-22
  • na RTP1
Sofia confronta a mãe com a gravação de confissão de Romão e Gil. Manuela mente dizendo que não tem conhecimento de nada e que seria incapaz de fazer algo, que a fizesse infeliz. Carmen e Luís apresentam a gravação ao advogado. Apesar de esclarecedora, o advogado diz-lhes que a escuta não foi autorizada por um juiz e por isso não será admitida em tribunal. Carmen pede-lhe que dê entrada da gravação no processo, na esperança que a polícia encontre motivos para prosseguir com a investigação, justifica que o morto merece que se faça justiça. Júlia confessa-se esperançada pelo trabalho de Cândida estar finalmente a resultar. Cândida entrega-lhe mais uns saquinhos que podem ajudar a separar Raúl de Alzira. Júlia conta a Cândida que Gabriel e Rita são namorados. Cândida fica surpreendida pela neta já ter outro namorado e Júlia comenta que é namoradeira como o pai. Cândida pede a Júlia que vigie Romão. Domingos volta ao quartel com Fábio e encontram-se com Valentim. Domingos mantém a sua encenação e Valentim vê-se envolvido na mentira. Assim que Fábio sai, Domingos vai pedir desculpa a Valentim que o pune com uma ordem de serviço pesado. Dulce conversa com Sandra acerca da sua relação com Gil. Mostra-se feliz e sem dúvidas do que ele sente por ela. Confessa-se ansiosa pelo casting que irá fazer no dia seguinte a Lisboa. Manuela coloca as malas de Romão à porta de casa com o pretexto que ele incriminou Luís e estragou a vida de Sofia. Rita fica em choque e estranha que a mãe não esteja envolvida. Manuela finge-se de ofendida e Cândida não acredita nela. Sofia mostra a gravação a Ricardo, ele põe a hipótese de Luís ter editado as conversas, mas Sofia, põe logo de parte essa possibilidade. Sofia impõe a Ricardo que corte relações com Gil, ele diz-lhe que vai tirar a história a limpo com ele. Carmen conta a Pedro que a gravação não é válida em tribunal. Pedro aconselha-a a pedir um novo estudo de impacto ambiental e contestar o que foi feito. Romão chega a casa e é surpreendido ao ver as suas malas à porta de casa. Manuela faz toda uma encenação de o estar a por fora de casa, devido ao que fez a Sofia. Romão não percebe a conversa e em código seguem para o quarto, onde podem falar sem serem ouvidos por Cândida. Manuela conta a Romão que o escritório dele está sob escuta de Luís. Sofia já sabe que ele e Gil levaram o cadáver para a herdade. Manuela diz-lhe que a falta de cuidado deles os deixou naquela situação. A gravação não fala sobre ela, por isso ela irá negar qualquer coisa que ele diga. Romão não quer sair de casa, mas Manuela diz-lhe que vai assumir publicamente que estão separados por diferenças irreconciliáveis. Domingos vai ter com Valentim, dizendo que já fez o trabalho. O comandante surpreende-o com mais uma ordem de trabalho pesado. Domingos mostra-se cansado e Telmo ajuda-o. Luís e Rogério festejam a obtenção da verdade através das escutas. Gil entra no clube de pesca e Luís dá-lhe um murro. Envolvem-se em ofensas e António exige-lhes que saiam do seu estabelecimento. Gil promete fazer queixa à polícia e António nega ter visto qualquer agressão. Manuela explica a Rita que o pai está envolvido no crime do cadáver que apareceu na herdade e que ela não quer estar relacionada. Cândida diz-lhe que esse crime foi muito conveniente para ela, afastou a Sofia de Luís e lembra-a que agora, ela e Romão, vão ter de fazer as partilhas. Rita diz à mãe que ela não devia ficar com nada do pai. Manuela não gosta da conversa. Raúl conta a Alzira que o contabilista o desaconselhou a tirar o dinheiro da conta para pagar o imposto. Alzira não fica surpreendida e Raúl diz-lhe que vai pedir esse dinheiro à mãe. Romão conta a Gil o motivo de ele ter sido agredido por Luís. Gil fica assustado com o que poderá acontecer, mas Romão diz-lhe que a escuta foi ilegal por isso, pode não ter consequências. Gil fica esperançado. Sofia lamenta-se à tia por não ter acreditado em Luís. Adelaide aconselha-a a pedir-lhe desculpa.
Ler mais >