Sinopses

Próximos episódios

Episódio 4

  • A emitir em 2017-07-26
  • na RTP1
João V e Paula são agora amantes e a relação é intensa e apaixonada. Ele passa longas temporadas no convento e já todos sabem da relação, incluindo Madalena Máxima. Paula é a preferida do rei, mas é também astuta em dar-lhe conselhos políticos. Revela-se algo manipuladora ao pedir a João V dinheiro para ajudar o pai e a irmã. Pede somas avultadas, mas consegue tudo o que pede. João V está louco de amor.
Na corte, a nobreza inquieta-se. Fala-se num novo "ministro". Francisco pede à amante, Mariana, que encarregue a irmã Bárbara, também freira em Odivelas, de conseguir informações sobre Paula. Esta recebe a visita de um novo confessor, frei Eduardo Mesquita, a quem confessa o amor pelo rei.
Montalvão oferece um terreno em Mafra à coroa, ao lado do convento. Por causa disso, com medo de traições, Francisco e os nobres que o acompanham matam Montalvão e enterram-no na mata.
Nasce o filho do rei e de Madalena Máxima. A rainha é informada. João V visita a criança, mas termina a relação com a freira.
O rei manda construir novos aposentos para Paula que é agora todo-poderosa no convento. Graças a ela, o filho de Madalena Máxima é levado do convento.
Ler mais >

Episódio 5

  • A emitir em 2017-08-02
  • na RTP1
Pela primeira vez, os mundos colidem. Paula vai à corte assistir a um espectáculo de ópera e João V faz questão de dizer a Maria Ana que aquela é a sua nova amante e que, se a rainha lhe fizer mal, ele mesmo a castigará. Paula é assumidamente um ponto fraco de João V, que a ama com todas as suas forças.
À corte, chega Manuel, irmão mais novo de João V e de Francisco. Com ele, vem a dama espanhola Carmen Villalobos. Carmen é casada com um poderoso nobre espanhol, mas Manuel diz que ela não pode regressar a casa, mesmo que essa seja a ordem de João V. Depois de tudo tentar para conseguir ficar em Portugal, sem sucesso, Carmen suicida-se. Manuel culpa João, mas quando Francisco lhe propõe destronar o rei, este recusa em nome da dignidade e da honra.
Paula escuta Bárbara dizer que a amizade com ela é fruto de interesse e pede a João V que não deixe as irmãs visitarem-se. Bárbara descobre e jura vingança: vai ter com a bruxa Isabel da Moita.
Ler mais >

Episódios anteriores

Episódio 3

  • Emitido em 2017-07-19
  • na RTP1
Madalena Máxima humilha Paula publicamente no convento, emprestando-lhe um vestido e depois dizendo que ela o roubou. Paula promete vingança. Madalena Máxima é chamada pela rainha e mente-lhe: diz que não está grávida.
João V discute na corte o que fazer em relação ao homem morto nos calabouços. Francisco e os nobres amigos deste defendem a ida para a guerra e mais tarde decidem forjar novas provas. Contratam um homem para dizer que estava na nau. No entanto, um frade da corte do Imperador Carlos VI garante que ele não mandou afundar a nau. A mando do rei, o homem que Francisco contratou vai-se embora. O infante é envergonhado.
A Abadessa propõe a Paula que ela passe de noviça a freira, professando. Ela concorda, sabendo que não quer tirar João V da sua vida. O rei vai ter com Paula mesmo depois da cerimónia. Os dois fazem amor pela primeira vez.
Ler mais >

Episódio 2

  • Emitido em 2017-07-12
  • na RTP1
No convento, o rei tenta rever Paula mas esta está envolvida com Vimioso. João V acaba por dormir com Madalena Máxima, a amante do momento. Mais tarde, Paula descobre isto e ensaia a fuga do convento. É impedida pela irmã. E João V combina com Vimioso que Paula será dele.
A rainha confessa-se triste com a falta de paixão de João V por ela. Um dos homens que tem notícias sobre a nau vai até João V e pede protecção. Ele manda-o prender porque não cede a chantagens. Horas depois, Francisco mata o homem nos calabouços da Inquisição. Conhecemos o verdadeiro amor dele: Mariana, uma freira. No entanto, ele viola uma rapariga e o pai dela vai pedir justiça ao rei.
João V vai ter com Paula, esta recusa-se a ser mais uma amante dele, como Madalena Máxima. Foge. Quem tudo escuta e tudo entende é... Madalena Máxima.
Ler mais >

Episódio 1

  • Emitido em 2017-07-05
  • na RTP1
Portugal, 1720. Paula, uma jovem humilde, é levada pelo pai, Adrião, um ourives falido, para o convento de Odivelas. Junta-se a Maria da Luz, a irmã já freira. Paula não quer ser freira, a ideia de reclusão aterroriza-a. Para mais, as outras freiras tratam-na mal por ser pobre.
Na corte, João V é confrontado com a notícia do afundamento de uma nau portuguesa a mando do imperador Carlos VI, irmão de Maria Ana, a rainha de Portugal. Ainda não há certezas, mas alguns nobres defendem o ataque ao imperador, dizendo que Portugal não pode permitir tais ofensas. Entre eles, Francisco, irmão mais novo do rei. Foi ele que lançou o boato da nau com o objectivo de levar João V a uma guerra insana e ser acusado de loucura. Francisco quer o trono.
Paula descobre que algumas freiras dormem com homens no convento e que estes, todos ricos e poderosos, lhes proporcionam vidas confortáveis. Paula torna-se amante do conde de Vimioso, que se apaixona por ela. No final, Paula e João V cruzam-se e ele fica fascinado com ela. Beijam-se. É o início de um amor proibido.
Ler mais >