Ricardo Ferreira, 32 anos, Mirandela
Talento:  Tocar violino

Ricardo tem uma pós-graduação em música. Há cerca de 3 anos participou num projeto com uns amigos chineses – “Picnic At The Cemitery” e fizeram uma tour em Portugal e China.

Atualmente é artista de rua. O seu maior objetivo é editar um disco com originais.

Qual o motivo da sua participação?
O motivo da minha participação é mostrar ao máximo de pessoas possíveis o que eu faço, promovendo também o instrumento que eu toco noutros estilos musicais. Também é um grande desafio.

Como se descreve?
Acho que sou positivo e intuitivo.

Quais os seus hobbies?
Adoro pesca desportiva, bilhar e observar a natureza.

Qual é a sua principal qualidade?
Bem disposto.

E o principal defeito?
Nervoso, de forma geral.

Que outros talentos tem?
Não sei dizer nenhum em concreto.

Durante a sua atuação na audição o que foi mais difícil?
Talvez a concentração depois de um dia tão agitado.

Qual o comentário do júri que mais gostou de ouvir?
Gostei muito dos comentários do Pedro, sabia exatamente como funcionava a minha performance.

Qual dos jurados é mais difícil de impressionar?
Não consigo dizer. São três jurados fantásticos com um gosto muito apurado.

Como viu a sua inclusão nos semi-finalistas?
Fiquei muito feliz e ansioso pela gala.

Acha que tem tudo para ser o Grande Talento de Portugal?
Não sei o que responder. Talvez.

O que espera ganhar com a sua participação no programa?
Experiência, visibilidade e inspiraração para continuar a tocar e evoluir.