Certo dia, Nuno Santos escalou uma montanha e tocou violino no cume, e isso deu-lhe a ideia de começar o projeto de tocar em locais altamente improváveis. É algo que lhe permite conciliar o amor pelo desporto com o amor pelo violino. A música surgiu na sua vida aos cinco anos, mas foi aos 10 que começou a tocar. Um dos grandes sonho do Nuno é escalar o Evereste e tocar a 9.ª Sinfonia de Beethoven.