Nome: Lazy Generation
Localidade: Vila Franca de Xira
Talento: Música

Descrevam numa palavra o motivo da vossa participação no programa?
Visibilidade.

Como se descrevem?
Grupo de 5 rapazes parvos e um urso, com algum (pouco) jeitinho para a música. Adoramos pizza, boa energia, ótima disposição, sempre a rir.

Quais os vossos hobbies?
Fora da banda todos temos hobbies diversos tanto na música (como bandas de covers, trombone, dj), como nas artes (desenho), como no desporto (bodyboard, skate), menos o guitarrista que é stripper aos domingos.

Qual é a vossa principal qualidade?
O Brian, claro! Íman de miúdas… (Isso ou a perna esquerda do baixista, é realmente uma boa perna).

E o principal defeito?
O Brian é um tipo de poucas palavras… é um pouco tímido.

Durante a vossa atuação na audição, o que foi mais difícil?
Enquanto estávamos na sala de espera, ouvir o som de quando os jurados carregavam nos X’s para pararem as audições que estavam a decorrer, sabendo que estávamos quase a ser nós. Ainda por cima fomos dos últimos do nosso dia, sabíamos que os jurados já deviam estar um bocadinho saturados, até nos dava um aperto no peito ahah.

Qual o comentário do júri que mais gostaram de ouvir?
“Das bandas que já aqui apareceram, vocês foram provavelmente a mais interessante” – Manuel Moura dos Santos.

Qual dos jurados é mais difícil de impressionar?
Cada jurado é um jurado, mas provavelmente o Manuel.

Acham que têm tudo para ser o Grande Talento de Portugal?
Nós apresentamo-nos como uma ideia, um grupo de amigos, uma banda e temos noção de que comparado a alguns talentos, como dança, ginástica, canto, etc, somos algo, se calhar, um pouco mais banal ao olhos das pessoas. Basta ver quantas bandas já ganharam um Got Talent… Mas estamos cá para mostrar aquilo que somos e aquilo que valemos, afinal temos algo que mais ninguém tem… um Brian.

O que esperam ganhar com a vossa participação no programa?
Acima de tudo visibilidade. O Got Talent Portugal é dos únicos, senão o único programa televisivo, onde uma banda se pode mostrar. Esperamos conquistar o pessoal cá em Portugal e, quem sabe, abrir uma porta lá para fora.

 

 

Os Lazy Generation são um grupo de amigos que achou que a “estupidez” natural podia ser usada como forma de criatividade e que essa criatividade poderia ser canalizada para a música. Tudo começou
no Conservatório de Música de Alhandra com o Ricardo e o Rodrigo. Mais tarde, conheceram o Miguel que já tinha uma banda de covers com o Afonso. Já tocaram em vários bares de Lisboa, Setúbal e Aveiro e em algumas festas na zona do Ribatejo. Vão lançar 2 singles. Têm uma mascote, um suporte de piaçaba, que é um urso de plástico. O sonho de todos é viver da música. Dão-se como irmãos.