Evandro Cabral, 45 anos, Lisboa

Talento: Músico

Tinha apenas 8 anos quando a mãe lhe ofereceu uma flauta. Aprendeu a tocar sozinho.
Quando entrou no conservatório não teve dúvidas de que era o saxofone que queria tocar. Fez parte de várias formações (música clássica). Começou a dar aulas a crianças – já há 9 anos – e neste momento é
coordenador das AECS dos Olivais – projeto que engloba 2000 crianças.

A ideia do “saxocenoura” surgiu quando teve a ideia de mostrar às crianças que é possível fazer música com tudo. Até já construiu uma guitarra em forma de bule, um violino com um cano de pvc, entre outros.