Ana Campaniço, 22 anos, Amareleja
Talento: Stand-up Comedy

Ana Campaniço, mais conhecida como Ana Arrebentinha, vem ao Got Talent Portugal para provar que as mulheres também podem fazer stand-up comedy. O pai era contador de histórias e foi a sua grande influência nesta área. Atualmente vive me Lisboa com o namorado.

Qual o motivo da sua participação?
O motivo da minha participação é aprender e crescer. Quis enfrentar os meus medos, aprender cada vez mais, encarar uma nova experiência profissional e principalmente divertir-me e superar-me a mim própria.

Como se descreve?
Sou uma miúda/mulher de 23 anos, só quero atingir os meus objetivos como atriz e como comediante, vim para Lisboa para ser das melhores. Posso nunca chegar lá mas o objetivo vai ser sempre esse, com muito rigor, trabalho e profissionalismo. Sou uma apaixonada pela a arte de representar, sou uma sonhadora e uma apaixonada pela vida. Sou alegre e sensível. Por vezes sou demasiado focada no trabalho e esqueço-me que tenho 23 anos e que posso fazer muito mais coisas além do trabalho. É no palco que me sinto e me sentirei sempre feliz até ao fim da minha vida.

Quais os seus hobbies?
O meu maior hobbie é poder ir para a Amareleja sempre que posso, estar com os meus amigos e família. Mas, sou professora de expressão dramática em 4 escolas, tenho um projeto de teatro onde produzimos, encenamos e interpretamos as nossas próprias peças de teatro profissional.

Qual é a sua principal qualidade?
Principal qualidade que tenho acho que é o respeito pelas pessoas que têm respeito por mim.

E o principal defeito?
Não tolero faltas de respeito e por vezes “expludo” com muita facilidade e sou bastante fria.

Que outros talentos tem?
Atriz.

Durante a sua atuação na audição o que foi mais difícil?
Durante a minha atuação o mais difícil foi saber que estava a ser vista por Portugal inteiro.

Qual o comentário do júri que mais gostou de ouvir?
Gostei de ouvir o comentário de todos mas o comentário que mais gostei foi o comentário da Cuca Roseta.

Qual dos jurados é mais difícil de impressionar?
Foi o Manuel Moura dos Santos.

Como viu a sua inclusão nos semi-finalistas?
Vi com uma alegria enorme de poder continuar nesta caminha, e senti que todo o trabalho e esforço foram compensados.

Acha que tem tudo para ser o Grande Talento de Portugal?
Acho que tenho tudo para ser o Grande Talento de Portugal e arredores.

O que espera ganhar com a sua participação no programa?
Espero crescer profissionalmente e dar-me a conhecer a mim e ao meu trabalho. Espero também que o público aceite melhor as mulheres na comédia e com isso fazer com que vejam e acompanhem o meu trabalho como comediante e como atriz.