Santos está a ouvir a única testemunha do assassinato de Isabel Garcia, mas Inácio não gosta da forma agressiva como o interrogatório está a ser conduzido e substitui-o.

O Diretor da PJ não estava à espera de descobrir quem entrou no prédio à hora em que a inspetora foi morta.