Virgílio Castelo faz parte do novo reforço da RTP e fará a análise dos projetos de ficção que chegam diariamente.
Na televisão pública a ficção não passa só por novelas, mas também por séries e outras propostas que aliam entretenimento e serviço público.

Com o novo contrato de concessão de serviço público nós temos que ter uma ficção diversificada e alternativa. De modo que é um trabalho absorvente mas que para mim é muito interessante e eu espero dar o meu contributo para que o panorama da ficção fique mais diversificado.

 

Relacionados