Marta é uma jovem de 28 anos, autodidata, apresentando aptidões físicas e intelectuais muito acima da média. Foi condenada a uma pena de 5 anos por tráfico de droga, furtos e desrespeito à autoridade.

Marta é uma fora da lei, não por necessidade, mas por ideologia. Ela é invulgarmente inteligente e misteriosa, estando à parte de todas as outras reclusas.

Está quase sempre sozinha e o seu discurso está envolto numa metafísica de confrontação extremamente sedutora.